ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agentes da Prefeitura de Salvador invadem Lauro de Freitas e levam material de construção e placa de obra municipal



Agentes da Prefeitura de Salvador invadiram o Loteamento Lindoia, em Itinga, nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, pleno feriado, e tentaram destruir uma área de lazer que está sendo construída pela Prefeitura de Lauro de Freitas. A população reagiu e eles não conseguiram, mas levaram material e placa da obra. A pracinha está localizada em uma área que pertence a Lauro de Freitas.



Moradores relataram a ação truculenta dos agentes, que estavam fortemente armados. "Eles chegaram aqui retirando tudo como se fossem donos", contou perplexa Deusdete Teixeira. Assim como a dona de casa, Uilson Viana presenciou a ação. "Aqui não é Salvador, estamos em Lauro de Freitas! Com que direito ACM Neto faz isso?", indagou.O secretário de Infraestrutura, Vidigal Cafezeiro, relatou que a comunidade acionou o órgão repudiando o ocorrido. "A comunidade está atenta e já se posicionou a favor de seus sentimentos de pertencimento. O povo se reconhece parte integrante de Lauro de Freitas", disse.


A área está no território alvo de conflito entre as administrações. No início deste mês o prefeito da capital anunciou que daria Ordem de Serviço para a construção de uma praça no local, e agentes chegaram a invadir a área onde depositaram areia e blocos de cimento. Material e caminhão foram apreendidos pela Prefeitura de Lauro de Freitas.
Itinga, Ipitanga, Capelão e Areia Branca estão na área cobiçados pela gestão soteropolitana. A questão está em discussão na Comissão de Assuntos Territoriais e Emancipação da Assembleia Legislativa onde um projeto de lei que redefine os limites entre Lauro de Freitas e a Capital tramita aguardando conclusão.

O morador de Itinga, David Leite, descreve a ação da prefeitura de Salvador nessa manhã como “uma verdadeira operação de guerra”. Para ele, o gestor da capital “está passando dos limites”.

Nenhum comentário