ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Show do Padre Fábio de Melo leva mais de 20 mil pessoas à Praça de Lauro de Freitas

Foto: Divulgação
Quando os primeiros acordes da música “Disparada”, sucesso dos anos 60, anunciou o início do show, o público estimado em mais de 20 mil pessoas já se espremia diante do palco para ouvir o padre cantor Fábio de Melo. “Prepare seu coração, pras coisas que eu vou contar”, a letra da música já dava pistas do que seriam as mais de duas horas do espetáculo de fé e louvor, na Praça da Matriz de Lauro de Freitas.

O show, que encerrou as homenagens ao padroeiro Santo Amaro de Ipitanga na noite desta segunda-feira, trouxe gente de longe. Caravanas de cidades vizinhas se juntaram aos laurofreitenses. A praça tomada pelo público se transformou num imenso coral a cada sucesso cantado pelo padre. Os versos “Envia também teu espírito de paz, e amor”, da música “Manda teus anjos”, foi mote para um dos momentos de maior emoção para o público.
Foto: Divulgação
“Tudo é do pai” um dos maiores sucessos da carreira artística de Fábio de Melo, e “Faz um milagre em mim”, foram seguidos de mensagens. Algumas músicas depois, o repertório mudou. “Tira os pés do chão” convida o padre. O ritmo agora vai da MPB ao sertanejo passando pelo forró, com direito aos passinhos do cateretê em “Vida Marvada”.

Foto: Divulgação
“Foi um show que emocionou, transmitiu mensagens muito positivas e juntou jovens e idosos numa única celebração. São 410 anos de história e finalizamos a festa do padroeiro com sucesso total e demonstração de muita paz, no estilo que o povo de Lauro de Freitas merece”, destacou a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho.

“Fiquei sabendo que o padre Fábio de Melo estaria aqui e fiz questão de vir prestigiar ele, que é um grande filósofo, tem uma experiência de vida admirável além de seguir e pregar o evangelho. A prefeitura de Lauro de Freitas está de parabéns pelo evento”, ressaltou Fátima Caldas, moradora da Vasco da Gama, em Salvador.

O Secretário de Cultura e Turismo Manoel Carlos fez uma avalição da festa e falou o quanto estava contente com o resultado. “Foram nove dias de atividades religiosas além do cortejo. Vimos a fé unida a cultura, uma coisa muito bonita e bastante positiva. Aconteceu exatamente aquilo que foi proposto - fé  e cultura caminharam juntas fazendo com que esses 410 anos de Santo Amaro de Ipitanga tenha sido extraordinário”.

Nenhum comentário