ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CARAVELAS: Igreja afasta funcionário acusado de estuprar coroinha e contaminá-lo com sífilis

Aratu Online
Atualizado em 19/04/2018 às 10:02

Foto: Reprodução

Segundo informações da Co-Catedral Santo Antônio de Caravelas, Vítor Marques Daniel, 29 anos, não tem vínculo sacerdotal com a Igreja e que, embora seja funcionário da paróquia, o mesmo possui deficiência mental comprovada através de laudo médico.

O menor, que não teve a identidade revelada, teria decidido denunciar os estupros depois de descobrir ter sido contaminado com sífilis, doença sexualmente transmissível. A denúncia foi feita no dia 12 de março.

Ainda de acordo com a nota da paróquia o acusado não é líder religioso e exercia apenas e tão somente uma função de ajuda na missa, sem qualquer função de direção ou destaque e que está “colaborando com as investigações e cumprindo todas as recomendações feitas pelo delegado que está investigando o caso e ressalta ainda que a Paróquia tem total interesse na elucidação dos fatos”

O suspeito poderá ser indiciado nos próximos dias. A polícia ainda investiga a possibilidade de outros menores terem sido vítimas do mesmo crime.

Nenhum comentário