ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mãe fabrica bonecos negros para que filho possa se sentir representado

Da Redação
Atualizado em 17/09/2018 ás 15:38

A empresa foi batizada de 'Era Uma Vez o Mundo' e transforma em brinquedos as celebridades engajadas em combater o racismo

Mãe fabrica bonecos negros para que filho possa se sentir representado
Foto:Reprodução
A historiadora Jaciana Melquíades, 34, arranjou uma maneira de fazer com que o filho sinta-se incluído e passou a fazer bonecos e bonecas negras. Jaciana decidiu criar uma fábrica de bonecos e bonecas negras após engravidar e perceber que seu filho não teria brinquedos com a cor da sua pele.


A empresa foi batizada de 'Era Uma Vez o Mundo' e transforma em brinquedos as celebridades engajadas em combater o racismo, como Liniker, Preta Rara e Lázaro Ramos. Os brinquedos até chamaram a atenção do ator britânico John Boyega, da saga Star Wars.

“Meu filho Matias tem 7 anos, mas mesmo antes de engravidar a gente já se preocupava como seria a educação dele em relação às questões de gênero. Na hora de montar o quarto preferi cores que não eram marcadamente de menino ou menina, ele sempre teve brinquedos que eram só brinquedos", contou Jaciana, em entrevista ao UOL.

"Com a gravidez a gente começou a se preocupar porque não havia itens e brinquedos que tinham a ver com uma criança negra. Eu já fazia algumas bonecas, mas sem nenhum recorte racial, mas desde então foquei nos bonecos negros. A ‘Era uma Vez o Mundo’ chegou nesse movimento. Entendemos que a representatividade era importante e precisávamos dar conta disso para ter um filho mais saudável", explica.

Nenhum comentário