ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caminhoneiros reagem à decisão de Fux de suspender multas sobre frete e articulam nova greve

Foto: Imagem Ilustrativa

Após a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que na última quinta-feira (6/12) suspendeu a aplicação de multas contra empresas que não cumprirem a tabela do frete, grupos de caminhoneiros voltaram a discussão sobre a possibilidade de uma nova paralisação.

De acordo com um dos líderes do movimento ocorrido em maio, Wallace Landim, uma paralisação não está descartada, no entanto, a categoria só vai se posicionar sobre o assunto após conversar com a AGU (Advocacia-Geral da União).

Ainda segundo o líder, um encontro com a advogada-geral da União, Grace Mendonça, ainda nesta sexta (7/12) deverá nortear as negociações. Por grupos de redes sociais, já corre uma convocação para mobilização na madrugada de domingo (9/12).

Ladim afirmou também que participou de um encontro com o futuro ministro da Infraestrutura (para que vai incorporar também os Transportes), Tarcísio Gomes de Freitas, nesta última quinta (6/12) e que ele disse que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, estaria ao lado dos caminhoneiros.

A decisão de Fux, porém, impede que as empresas que não pagarem o valor mínimo estabelecido pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para o transporte de mercadorias por caminhões sejam multadas.

Nenhum comentário