ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Eva Luana: padrasto que abusou de jovem por anos é condenado a 35 anos de prisão


O padrasto da jovem Eva Luana foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto. O Ministério Público do Estado da Bahia denunciou Thiago Oliveira à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano.

Segundo o MP-BA, ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (14), pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.

Denúncia:

Em fevereiro, a jovem chocou os internautas e seus seguidores nas redes sociais ao relatar os abusos sofridos durante nove anos. Moradora de Camaçari, ela denunciou, através da sua página na rede social Instagram, abuso sexual, psicológico e tortura que teria sofrido do padrasto. No relato, ela narra ainda que presenciou o mesmo acontecer com sua mãe.

Ainda de acordo com as declarações da jovem, ela teria denunciado o suposto agressor quando tinha 13 anos. No entanto, Eva afirma que foi ‘’obrigada’’ a retirar a denúncia por causa das ameaças do padrasto.

De acordo com relatos da jovem, após nove anos sendo vigiada nas aulas da faculdade, ter celular confiscado, dormir na casa do cachorro, entre outras situações contadas nas publicações no Instagram, Eva Luana contou ao namorado o que estava passando e ele a incentivou a denunciar o caso pela segunda vez. O rapaz conversou com um juiz e ele a ajudou a fazer a denúncia e encontrar um abrigo judicial.

Fonte: BN

Nenhum comentário