DESTAQUE

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Polícia prende três homens em operação contra o tráfico de drogas na Bahia


Três homens, que não tiveram a identidade revelada por conta da Lei de Abuso de Autoridade, foram presos com uma grande quantidade de drogas preparadas para venda na manhã desta quinta-feira (27/5), no município de Canavieiras, a 426 km de Salvador. De acordo com a polícia, os acusados possuem passagens por tráfico de drogas, roubo e homicídio.

As prisões aconteceram durante a "Operação Vulcão", deflagrada pela 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus), através da Delegacia Territorial (DT) de Canavieiras, com apoio de equipes das Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e da Polícia Militar 71ª CIPM (Canavieiras).

A operação tinha como objetivo cumprir 12 mandados de busca e apreensão que começaram por volta das 6h, quando quarenta e oito policiais civis e militares iniciaram as buscas nos bairros Sócrates Resende, Jardim Burundanga, Birindiba e Antônio Osório, em Canavieiras.

O titular da DT de Canavieiras, delegado Renato Fernandes, explicou que delitos praticados por uma organização criminosa foram os principais fatores para a ação ser deflagrada. “O nosso trabalho de investigação chegou aos três autores de alguns crimes, em três bairros diferentes do município. Conduzimos outras cinco pessoas à delegacia para prestarem esclarecimentos e, as novas informações darão continuidade a operação e, consequentemente, na redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) da região”, disse o delegado.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, durante as buscas, dois tabletes de maconha, 140 trouxinhas da erva, 56 pedras de crack, 67 pinos de cocaína, sendo 32 vazios, um caderno com anotações da venda de entorpecentes e sete celulares foram localizados com os criminosos.

O trio foi encaminhado, junto com o material apreendido, para a sede da DT de Canavieiras, onde foi ouvido, autuado e encaminhado para o sistema prisional. “Já estamos colhendo os números de IMEI dos aparelhos para a consulta no sistema Alerta Celular, bem como avaliando as mensagens e outros materiais investigados”, finalizou o delegado.