DESTAQUE

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Lauro de Freitas inicia entrega de cestas básicas do mês de outubro para assistidos dos CRAS

 

Garantir a segurança alimentar de pessoas em situação de vulnerabilidade social é um dos principais compromissos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc), principalmente durante a pandemia. Como parte desse processo, a pasta distribuiu, na manhã desta terça-feira (19), cestas básicas às famílias conveniadas ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV), do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Vila Praiana e Portão.

A ação ocorre desde março de 2020 para garantir a segurança alimentar e nutricional desse público. Dados da pasta indicam que mais de seis mil cestas já foram disponibilizadas. Mensalmente, a entrega é feita para mais de 500 famílias e, de acordo com Tito Coelho, titular da Semdesc, a demanda só cresce.

“Sabemos que a fome, a insegurança alimentar, foi exacerbada em diversos municípios durante a pandemia. Aqui, a gente trabalha duro para mitigar a situação intensificada nesse período. É por isso que Lauro de Freitas se destaca nas ações que garantem a segurança alimentar dos seus munícipes”, ressaltou.

O público beneficiado é identificado por técnicos do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). A ação também é destinada a categorias que tiveram as atividades paralisadas no momento, como ambulantes de praias, motoristas de transporte escolar e de transporte comunitário.

A iniciativa é responsável por garantir a alimentação de famílias como a da dona de casa Maria Beatriz Cardoso, de 34 anos. Desempregada, grávida de oito meses e mãe da pequena Eloa Cardoso, de apenas 4 anos, ela contou que os alimentos vão ajudar a equilibrar as finanças do lar. “Somente meu esposo trabalha. É só ele pra pagar aluguel, comprar comida, pagar as contas, pra tudo… Essa cesta vem numa boa hora. Vai ajudar e muito lá em casa”, afirmou.

Já para a dona de casa Rejane Lemos, 47, que está sem poder trabalhar por problemas de saúde, classificou a entrega como uma verdadeira benção. “São tempos difíceis. Eu vivo só com o auxílio. Essa cesta ajuda muito. Se não fosse ela, a situação ficaria ainda mais difícil”, contou.

Calendário de distribuição

Nesta quarta-feira (20), às 9h, será a vez de entregar as cestas a 45 mães de crianças com microcefalia, a partir das 11h, na Igreja Batista do Castelhão, e para assistidos do Cras Areia Branca, às 10h, na Associação Comunitária do bairro. Na quinta-feira (21), os beneficiados serão as famílias vinculadas aos Cras Itinga I (na Quadra da PEC 3000) e Itinga II (Cozinha Comunitária), às 10h e 15h, respectivamente. Já na sexta-feira (22), às 10h, a entrega será no Cras Caji, na Paróquia S. Felipe.

 

Jornalista: Aina Soledad

Foto: Lucas Lins