DESTAQUE

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Nova variante do coronavírus é descoberta na África do Sul


Uma nova variante do coronavirus identificada por cientistas na África Austral e preocupa a Organização Mundial da Saúde (OMS), que convocou uma reunião de emergência. Há a possibilidade de que a cepa seja resistente às vacinas em uso e, com isso, gere uma quarta onda da Covid no país, além do potencial para se espalhar por todo o mundo. As informações são do site do canal Bloomberg, dos Estados Unidos.

Chamada de B.1.1.529 (até que uma letra grega seja atribuída), a nova descoberta carrega um número grande de mutações e é "claramente muito diferente" das anteriores, segundo o virologista e professor brasileiro Túlio de Oliveira, que dirige instituições de sequenciamento de genes em duas universidades sul-africanas.

Em coletiva de imprensa, o ministro da Saúde da África do Sul, Joe Phaahla, disse que a mutação "causa grande preocupação": "Tínhamos esperança de ter um intervalo mais longo entre as ondas - possivelmente que duraria até o final de dezembro ou até mesmo janeiro do próximo ano".

Ao todo, os cientistas detectaram quase 100 casos ligados à variante no país até o momento. Em Botswana, país vizinho à África do Sul, a nova cepa foi detectada em pessoas vacinadas, inclusive.

De acordo com o diretor do UCL Genetics Institute, François Balloux, é provável que a B.1.1.529 tenha evoluído durante uma infecção crônica de uma pessoa imunocomprometida, possivelmente em um paciente com HIV/Aids.

As descobertas surgem enquanto vários países europeus lutam contra um novo aumento no número de casos da Covid-19, com hospitais em algumas cidades alemãs começando a sentir a pressão. Os governos estão considerando uma nova rodada de restrições, em grande parte contra os não vacinados, para tentar conter a propagação. A África do Sul está atualmente no nível mais baixo de medidas de bloqueio, embora a nova variante tenha levado o gabinete e o conselho do coronavírus a convocar uma reunião para o fim de semana.

Creditos da foto:Ilustrativa/Pexels