ÚLTIMAS NOTÍCIAS

'Estivemos em um momento ruim e ninguém nos deu nada', afirma Miranda

'Estivemos em um momento ruim e ninguém nos deu nada', afirma Miranda
Miranda (C) | Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Com um ponto a mais do que a Argentina, sexta colocada na tabela de classificação das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, o Chile precisa de uma vitória para carimbar o passaporte para a Rússia. Os chilenos vão enfrentar o Brasil, nesta terça-feira (10), às 20h30, no Allianz Parque, em São Paulo. O zagueiro Miranda, da Seleção Brasileira, disse que os visitantes não terão vida fácil.

"Se o Chile está nessa situação, não é por nossa culpa, mas deles. Nossa obrigação é jogar futebol. Estivemos em um momento ruim e ninguém nos deu nada", afirmou.

O zagueiro da Internazionale de Milão não está para brincadeira. Pela regra da Fifa, o jogador que receber o cartão vermelho na última rodada das eliminatórias ficará suspenso da partida de estreia na Copa. Miranda disse que se tiver que cometer a falta para o Brasil ganhar o jogo e for expulso por isso, ele não pensará duas vezes na hora de decidir o que fazer.

"A Seleção, por obrigação, joga para vencer. Quem faz parte desse grupo está acostumado a ganhar. Se for para o Brasil vencer, se precisar fazer a falta, eu vou fazer. Quero ganhar sempre. Não posso ficar pensando em suspensão na Copa. Só depois do jogo vamos pensar nisso", declarou.

O Brasil tem 38 pontos na tabela de classificação. O Chile aparece em terceiro com 26, um a mais do que a Argentina, que é a sexta colocada e, neste momento, estaria fora da Copa do Mundo.

Nenhum comentário