ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deputado aciona MP para apurar presença de drag queen em escola de Salvador

Da redação
Aratu Online

Foto: Reprodução


A performance da drag queen Natha Sympson, de 19 anos, durante um projeto sobre identidade e gênero no Colégio Estadual Odorico Tavares, no Corredor da Vitória, foi o motivo apontado pelo deputado estadual Samuel Júnior (PSC) para protocolar no Ministério Público (MP) uma representação para que o órgão apure e aplique as sanções penais cabíveis aos responsáveis pela mostra cultural.

Segundo o deputado, a apresentação “configurou claramente a apologia ao sexo, corrupção de menores e atentado ao pudor”.

Na petição, Samuel solicita ainda o afastamento imediato da professora responsável pela organização do evento e do diretor do colégio até a conclusão das investigações pelo MP.

Em novembro, Samuel Júnior apresentou um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa que obriga instituições de ensino das redes pública e privada da Bahia a prestar informações detalhadas para os pais ou responsáveis pelos alunos sobre o conteúdo das atividades extraclasse de cunho artístico e cultural promovidas pela escola.

Natha foi a ganhadora do concurso “Eu Lacro”, do Programa Universo, da TV Aratu.

Nenhum comentário