DESTAQUE

sexta-feira, 9 de julho de 2021

Bahia registra aumento de área com seca moderada no mês de maio, aponta ANA

Foto: Reprodução/FAEB

As chuvas abaixo da média produziu o agravamento da seca na Bahia. De acordo com o Monitor de Secas, da Agência Nacional de Água e Saneamento Básico (ANA), a área considerada de seca moderada passou de 48% em abril para 56% do território baiano no mês de maio.

A região centra e a faixa leste são as mais atingidas, segundo o acompanhamento. Das 20 unidades da Federação acompanhadas pelo Monitor, a Bahia passou a liderar em área total de seca no período, chegando a 567 km². Desde março deste ano, 100% da Bahia passa por seca, diz a ANA.

A última atualização do Monitor de Secas, referente a maio, aponta que no Nordeste também houve um agravamento da seca no Ceará e no Rio Grande do Norte. No sentido oposto, Alagoas e Pernambuco tiveram uma atenuação do fenômeno. Em termos de severidade, os demais estados nordestinos registraram estabilidade em comparação a abril. Já em termos de área com seca, Pernambuco teve recuo do fenômeno, enquanto o Maranhão e o Piauí tiveram avanço da seca. Os demais estados não registraram variação da área com o fenômeno.